Dia 117, Receita 93 - Ano 2007

 Depois de alguns dias longe da cozinha, resolvi colocar a mão na massa e finalizar o ano de 2007.
Lembram que eu disse que adoro festa junina? Pois então, sexta feira teve o jogo da Brasil x Portugual - confesso que fiquei dividido, lógico que estou torcendo pelo Brasil, mas é que tenho uma paixão por Portugual incrível.rs - e como tive que assistir o jogo na Abril, pois estava trabalhando, resolvemos reunir todos do andar e fazer uma festa junina. O pessoal que organizou mandou muito bem, fizeram decorações e a mesa com as comidas típicas estava rechada de coisas gostosas.

Como disse hoje preparei uma receita nova e a última do ano de 2007, foi a Casquinha de Pizza.
Esta receita me fez lembrar meu amigo que foi essêncial na criação deste blog, ele construi todo o desing e as formatações em que eu posso postar aqui pra vocês. Mas o porque eu lembrei é que a sua família lá em Pirassununga tem um estabelecimento que vendem a pizza em cone, e que por sinal é uma delícia.

Bom vamos a receita. Em um cone de ferro fui enrolando papel alumínio até dar umas três voltas, então retirava este cone de dentro e reservei os de alumínio que se formavam. Comecei a preparar a massa, numa vasilha derreti o fermento biológico com o açúcar e o sal, logo em seguida acrescentei o óleo, a cerveja branca e a farinha de trigo. Solvei bem a massa até ficar bem lisa e homogênea, deixei descansar por 1 hora.
Após este tempo, na mesa de marmore abri a massa e cortei diversos círculos com o cortador. Com o cone de papel alumínio pronto, retornei este dentro do cone de ferro e então fui modelando a massa da pizza em cima até ficar lisa e no formato de casquinha. Repeti este processo algumas vezes e então arrumei este cones que estavam somento no papel alumínio em pé numa forma com furo no meio - este processo de utilizar a forma foi uma invenção minha, já que foi apenas desta forma que consegui deixá-los em pé sem cair. Levei ao forno por 20 minutos.
Com as casquinhas já assadas preparei um recheio de atum e queijo. Retirei o papel alumínio de dentro das casquinhas e elas agora em pé só que com a cavidade aberta pra cima e recehadas, levei ao forno por uns 15 minutos. Depois foi só servir bem quentinhas.

Resultado Final:


















Pizza é bom em qualquer formato.

6 comentários:

Anônimo disse...

Caracas ficou muito feio...rssss

28 junho, 2010
Ѽ Gяεg Cαstяø disse...

Jogo do Brasil com festa junina, pra que melhor né?hehehehe

Concordo pizza em qualquer formato é bom.rsrsrsrs

Grande abraço Barão e ótima semana!
=D

28 junho, 2010
Katia disse...

A aparencia nao ficou la essas coisas, mas nao se le o livro pela capa, o que realmente importa é a finalizaçao e ficou com uma aparencia de esfiha do Habib's em cone pela aparencia da textura, deve ter ficado uma delicia e acho que o recheio tem tudo a ver com o estilo da pizza. Adorei Gabriel, força sempre.

28 junho, 2010
Eduardo Sobrel disse...

Mas que ficou estranha essa pizza cone ficou sim...já comi muitas e reconheço que esta ficou muito longe de ser pizza cone...espero que não leve a mal o comentário...

28 junho, 2010
Raniere Pontes disse...

Venho reluntando para fazer comentários, e acompanhar com um anonimo (dos vários que tem no filme, que já assisti 3 vezes =).
A diferença entre os protagonistas na versão brasileira é o entusiasmo, eu celebro e parabenizo a iniciativa (como um aprendiz da cozinha, tb faço meu brebotes, que fazem um sucesso fantástico entre meus amigos), porém é preciso dizer Gabriel, onde está a paixão por cozinhar? Começou bem, e como a personagem do livro, acho que vc está um pouco perdido, ou desmotivado, vc quer realmente fazer isso?

28 junho, 2010
Anônimo disse...

A pizza no cone ficou uó mesmo, nem tá com cara de gostosa. Mas até que você tem se saído bem, sua participação no programa foi bem legal também. FORÇA E FÉ , CONTINUE!!!

30 junho, 2010

Postar um comentário